Não vai dar tempo!! Vamos Todos morrer disse piloto dos jogadores chapecoense

publicidade

Não vai dar tempo!! vamos Todos morrer disse piloto da chapecoense
A hipótese de falta de combustível como provável causa do acidente que vitimou o elenco da Chapecoense nesta terça-feira, em Medellín, ganha força. De acordo com a Rádio Caracol, da cidade colombiana, dois pilotos que pousavam no Aeroporto José María Córdova no mesmo momento revelaram, em conversa com repórteres, que o comandante do voo fretado da Chape alegou estar com pouco combustível.


e pediu desesperado para pousar o avião ,mas a torre respondeu que avia outro avião mais próximo do aeroporto que deveria aguardar para pousar , o piloto da delegação chapecoense respondeu que não daria tempo de aguardar imediatamente foi liberado o poso mais não deu tempo .
Segundo o diálogo reproduzido pela rádio, os problemas de pane seca “ficaram claros” assim que o pedido de prioridade para pouso foi feito.
Eles chegaram ao limite e não podiam demorar (para pousar) nem um pouco mais. A torre os colocou a suspender (a rota normal de pouso) a 21 mil pés. Eu vinha a 19 mil pés, e outro avião estava a 14 mil. O piloto (da Chape) perguntou se eu ia demorar e dois minutos depois avisou que estava com problemas de combustível. Em seguida, pediu, desesperado, que nós os deixássemos passar – explicou o piloto.

A torre de controle de Medellín recebeu o pedido de emergência e autorizou o pouso imediato, mas foi tarde.

Eles passaram o voo para a frente, e o piloto disse que estava com total falha elétrica. Ele estava a 9 mil pés quando passou Rionegro, sendo que deveria estar a 10 mil pés. Quando declarou emergência, era muito tarde. Deveria ter parado em Bogotá, mas preferiu ir direto (a Medellín) – lamentou o comandante ouvido pela rádio.

Fonte Canal Bem Informado

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *