Excrementos humanos caem de aviões e atingem pessoas

publicidade

Imagine estar dormindo tranquilamente em sua cama e ser atingido por fezes humanas congeladas. Foi isso o que aconteceu com Stephanie Moore, que foi acordada quando esse tipo de excremento atravessou o teto de sua casa.

Ao que tudo indica, o acidente foi causado por excrementos humanos congelados, que teriam sido lançados de um avião. A vítima canadense afirmou que o excremento causou uma sobrecarga ao telhado de sua residência, provocando um imenso buraco. A professora, de 36 anos, encontrou pedaços quebrados de madeira no chão e ouviu um barulho extremamente alto.

Outro caso semelhante aconteceu com uma mulher indiana, que acabou ferida por uma bola de resíduos humanos congelados, provenientes de um avião. Esta ocorrência deixou um buraco de cerca de um metro de diâmetro no telhado.

Em entrevista à CBC News, a vítima disse que tanto o avaliador de seguros quanto os funcionários que repararam o telhado afirmaram nunca ter visto nada parecido, sendo a coisa mais estranha que já tinham presenciado.

O carpinteiro que trabalhou na reforma chegou a dizer que o material parecia um gelo azul, extremamente resistente. Mais tarde, as pessoas ficaram sabendo que poderia ser um excremento humano congelado que teria, acidentalmente, vazado da aeronave durante o voo. A coloração azulada das fezes poderia ser resultado do tipo de produto desinfetante utilizado nos sistemas de saneamento em aviões comerciais.

assento sanitário avião

O suposto gelo azul se tornou conhecido por atingir e danificar estruturas de telhados em diversas casas do Canadá. Segundo especialistas, a única coisa que poderia causar um tipo de dano semelhante seria um meteoro de pequeno porte.

Um porta-voz da Transport Canada disse que todos os relatórios de eventuais resíduos provenientes de aeronaves são analisados e investigados a fundo, pois o Departamento de Regulamentos de Aviação Canadense proíbe que qualquer tipo de perigo seja oferecido aos cidadãos pelas aeronaves, principalmente em relação a resíduos lançados durante os voos.

Fonte: Independent.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *